A sexualidade feminina e o clitóris

estimulante sexual da mulher

As mulheres também tem um! O Clitóris

Caros amigos, esta pode ser uma área onde devemos admitir que as mulheres nos derrotaram. Elas tem um órgão dedicado somente ao prazer, e nada mais. Sim, o clitóris. Sabemos por acaso como ele é? Bem, nem todos sabemos, seguramente.

Você pode saber que os bebês varões e mulheres começam idênticos, e que o pênis provém do mesmo tecido no feto que o clitóris – na verdade é a presença de testosterona no bebê varão a que causa que este tecido de desenvolva em um pênis. Imagine-se com toda sensibilidade de seu pênis, concentrando em algo de tamanho de seu clitóris..

Uau! Imagine. Nada a fazer senão produzir orgasmos e fazer a mulher se sentir bem, é o estimulante sexual da mulher. Não se surpreenda de que se queixem quando o ignoramos. E se queixam, porque todos os estudos mostram o mesmo – a maioria das mulheres necessitam de estimulação direta do clitóris para chegar ao orgasmo. E entretanto, obtém o que desejam de nós? Parece que não, porque no estudo da sensibilidade sexual da mulher de Shere Hite, a maior queixa que tem as mulheres é da incapacidade do homem para gastar tempo e a falta de curiosidade em averiguar como querem ser estimuladas. Agora, eu sou um expert. Você quer saber mais, certo? Você quer saber como encontrá-lo, como estimulá-lo fazer cosquinhas e preparar a sua garota para desfrutar dele. Ela o amará por isso, e se resolver tomar algum tempo para perguntar-lhe o que ela quer, ela pode estar querendo dar-lhe uma demonstração de como fica mais gostoso ao modo dela.

Nervo sexual

O clitóris é puro nervo. Apenas a vinte duas semanas de ter sido gerada, um bebê menina já tem formado seu clitóris e esse aspecto é o mesmo que terá quando a menina nascer. O clitóris é como uma pequena coluna grega clássica: se trata de uma estrutura cilíndrica com três seções, freio, corpo e glande. Mas não é fácil identificá-lo simplesmente olhando. As duas primeiras seções, freio e corpo, são subterrâneas, estão ocultas embaixo da pele da vulva. A única parte que se pode ver claramente quando se separa a vulva é a glande que, por sua vez, está em baixo, coberta com a forma da letra A, uma capa formada pela união dos lábios menores.

A glande se parece com o pênis com a forma de coração, mas não tem abertura alguma. Está sobre o corpo do clitóris, que é o que se estende embaixo do tecido muscular da vulva, O corpo, recoberto por uma espécie de traje de látex que na realidade é um tecido fibroelástico, é a parte essencial do clitóris, o que faz dançar as mulheres até o orgasmo, embora as vezes para estimulá-lo basta que acaricie o monte de Vênus.

Como está tão oculto, o clitóris é muito difícil de medir, Em uma bebê recém nascida chega aos quatro ou cinco milímetros, mas cresce quando a mulher cresce até alcançar uma longitude adulta média, desde a base até a glande, de uns dezesseis milímetros. Sua característica mais notável: Não tem nenhuma finalidade prática. É meramente uma face de terminações nervosas, 8.000 para ser exatos, uma concentração maior que a que se dá no resto do corpo em um só órgão, incluídas as pontas dos dedos, os lábios e a língua. Este luxurioso entremeado nervoso (duas vezes maior que o do pênis) é a razão porque as vezes duele, mas também o segredo de seu êxito orgásmico: o clitóris é um órgão puramente sexual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *